Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM LEI, EU LEIO

Estico o alvo papel para caírem às palavras em tons marcantes,
Faço um verso ao acaso,
Caso as letras solitárias
E descaso as que querem viver soltas,
Sem lei, eu leio.

Um tanto de letras juntas proferem “palavrões”
E as letras separadas proferem silêncio.
E as palavras aprisionadas entre vírgulas,
Sem lei, eu leio.

Mas a trema teima em aparecer
Num contexto de um texto,
Na pala das palavras
Sem lei, eu leio.

Uma metáfora
Fora a meta de criar perfeição,
A perfeita ação é a essência do erro.
Sem lei, eu leio.

Tropeço nas letras.
Dou rasteira nas palavras,
Bato boca com as frases.
Sem lei, eu leio.

Rommyr Fonttoura
Enviado por Rommyr Fonttoura em 10/11/2007
Código do texto: T731554
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rommyr Fonttoura
Mariana - Minas Gerais - Brasil
265 textos (9748 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 08:00)
Rommyr Fonttoura