Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resposta a um poeta póstumo

Não escreva versos póstumos...
a vida é tão bela para ser cantada
em versos tristes de morte!
Realmente, a morte é inevitável...
a encapuzada sempre vem,
mas não a viva antes da hora!
Ela costuma demorar para quem espera,
não tem a pontualidade tão esperada
e acaba levando quem queria viver !

Não escreva versos póstumos...
Há tantos jardins a serem descritos,
tantos arco-iris a serem admirados,
tantos sorrisos para serem vistos,
tanta vida presente para viver...
e você quer falar de morte!?
Verônica dos Santos
Enviado por Verônica dos Santos em 10/11/2007
Código do texto: T731744

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica dos Santos
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
346 textos (24974 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:13)
Verônica dos Santos