Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Colcha De Retalhos

Olho aqui, olho ali,
junto os cacos, remendo,
costuro tudo, um a um.

São meus farrapos,
pequenos pedaços
que rasguei de mim
em cada lágrima,
em cada gesto
que interrompi,
cada toque que neguei,
por isso, só por isso,
tudo perdi.

Não sei perder.
E quem sabe?

Se alguém souber
me ensine.
Preciso aprender.
Descobrir como
a perda viver.

Agora tudo dói,
tudo está assim,
gangrenando
em meu interior.
Algumas feridas abertas,
em processo de cura.

E como dói.
É preciso tirar
as escarras,
lavar, bezuntar
com o bálsamo da paz.

Processo duro,
longo.

Mas
de experiência
eu sei,
um dia,
um dia, tudo isso
vai passar.

Por isso preciso
cada caquinho de mim
encontrar,
para no final,
ainda ser eu,
minha essência,
morando em mim,

meu ninho,
meu lar...

Maria
Enviado por Maria em 13/11/2007
Código do texto: T735444
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4731 textos (191846 leituras)
1 e-livros (113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 10:27)
Maria

Site do Escritor