Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0203 - Tu


 
Tu foste o meu vôo mais alto,
o silêncio mais desejado,
o corpo escondido em cada parte do outro,
caminho aberto à custa de carinhos,
tu e eu, e uma longa paixão...
         
Eu, um pedaço de carne bruta,
com partes amaciadas de amor,
pelo meu querer,
fiquei teu prazer,
até que o amor colou nossos meios.
 
Eu te espero como a noite debruçada na tarde,
como o vento frio que anuncia a geada,
com o calor guardado do último encontro,
sou a luz incandescente de uma vela,
na madrugada as carências de um quarto qualquer.
 
Tu não vieste com olhos que atravessam os pensamentos,
nem com mãos que vagueiam debaixo da camisa,
o amor continua presente na minha metade do peito,
teu pedaço distante magoa, os sonhos esquecidos...
alço um vôo uno, somente eu... e tu?
 
02/04/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 22/03/2005
Código do texto: T7361
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116056 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 09:14)
Caio Lucas