Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0206 - Depois de você


 
Meus sentidos têm a força do deserto,
a liberdade do vento,
a coragem do soldado
e a solidão dos sem amores.
 
Continuo sedento de vida,
enquanto cruzam desejos e medos,
grito muitos nomes,
em vão, nenhuma voz responde.
 
Não quero a guerra dos sentimentos,
o corpo está nu, sem armadura,
uso apenas o coração como escudo,
cansado, ainda sigo por estreitos.
 
Ainda que não vença a última desilusão,
restam-me o espírito e uma alma limpa,
o amor continua guardado no peito,
junto da solidão que nasceu... depois de você.
 
04/04/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 22/03/2005
Código do texto: T7364
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116063 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 20:55)
Caio Lucas