Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
SALA DE TORTURA


Olhos torcionários
arremessam raivas,
terríveis, nocturnos.
Porque não diurnos?

Sombra que rastejas
brandindo ameaças,
temes-te de mim.
Porque não de ti?

Gargalhadas de ódio
sedentas de sangue
investem cá dentro.
Porque não lá fora?

Cigarros acesos
perfuram as carnes
fabricando gritos.
Porque não silêncios?

Cabeças perdidas,
navalhas, punhais
golpeiam de morte.
Porque não de vida?

Insultos sem êxito,
gases, asfixias
tentam desesperos.
Porque não esperança?
    
                                   Prisão de Caxias, Outubro 1972
CARLOS DOMINGOS
Enviado por CARLOS DOMINGOS em 19/11/2005
Reeditado em 19/11/2005
Código do texto: T73698
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS DOMINGOS
Portugal
80 textos (21274 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:51)
CARLOS DOMINGOS