Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HERÓI DE POUCA GENTE

Já fui líder desta gente,
fui lutador inclemente,
e fui louco, fui demente
sem maldade, sem rancor.

Agora estou decadente,
porque lutei inutilmente,
como um inconseqüente
e não me fiz vencedor.

Hoje estou muito ausente,
pois espero paciente
me julgarem inocente
por não ser conquistador

E quem me condenar mente,
porque lutei bravamente
e nadei contra a corrente
mesmo sofrendo de dor.

Se for preso injustamente
eu vou me manter prudente
pois não serei diferente
de quem luta por amor.®

(Quem não gostou faz careta. Quem gostou bate palmas. Comentários sinceros são bem-vindos)
Saturnino Segrel
Enviado por Saturnino Segrel em 19/11/2005
Reeditado em 20/11/2005
Código do texto: T73714
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Saturnino Segrel
Recife - Pernambuco - Brasil, 41 anos
57 textos (6483 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:55)
Saturnino Segrel