Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eremita



Silencioso e incrédulo.
Conta estrelas em pensamento
Conta pensamentos às estrelas
Guardados em segredo
Clausura de desejos
Talvez alguns sonhos desfeitos

Sua vontade trabalha
Secretamente semeia
Terras do porvir
Só na fantasia realiza
Turbilhões de efeitos visuais
Um mínimo romance

Velho e já cansado
Cria e vive
Pensamentos
Esqueceu de andar
E hoje tem as pernas cortadas
Serradas pelas próprias mãos
Medrosas de desafios

Pensamentos
Desejos contados às estrelas
Tarde demais para criar
Largado de si
Tarde demais para voltar
Vida  de fantasias
Tarde demais para chorar

E respira o fim da vida
Ainda sem coragem de começar.

Paula Cury
Paula Cury
Enviado por Paula Cury em 20/11/2005
Código do texto: T73764

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Paula Cury
São Paulo - São Paulo - Brasil, 47 anos
114 textos (8472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:07)
Paula Cury