Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REENCONTRO

Vento frio.
Forte.
Chuva contínua.
Hoje, me trouxeram
à memória
minhas mães.
A dos Ventos,
minha guardiã.
A Avó,
meu anjo de guarda.
A do Peito,
de quem tenho andado  afastado,
isolado.
Não por querência.
Mas por imposição
das situações,
das calamidades
que desabaram
sob nossas cabeças
e nos afetaram.
Nos afastamos,
ficamos quietos,
cada um no seu canto.
Feridos. Magoados.
Creio, que agora,
estejamos a nos reencontrar,
a reassumir nossos papéis,
mesmo, que seja,
a contra gosto de poucos.
Uma coisa é irreversível:
o amor que existe em nós.
Edilmar Amaral
Enviado por Edilmar Amaral em 15/11/2007
Código do texto: T737926

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edilmar Amaral
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
326 textos (4356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 06:18)
Edilmar Amaral