Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIDAS TRISTONHAS...AS NOSSAS!



Frases varridas de um cordel de sonhos!

Sonolentos olhares que esconderam uma fala!

Gemidos de um coração que não soube reclamar!

Afagos que se perderam na lentidão do sentir!

Quase tudo perdido na esfera que não continha!

Pingos que definiram um tempo!

Anúncios de linhas em branco!

Sujas marcas crucificadas no meu coração!...

Cenas exterminadas sem o derradeiro abraço!

São nossas vidas no corredor das paralelas!...

Vazias!

Alvas!

Negras!

Tristonhas!

©Balsa Melo
07.10.06
Cabedelo - PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 16/11/2007
Código do texto: T739388
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 12:24)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)