Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DONA DE MIM...SAUDADE!



Invade a hora como sublime brisa,
mas incomoda tanto que não encontro
nenhuma palavra para dar sentido à
minha falta de riso!

Não existe agrado para os
sons que se distanciam quanto mais
me concentro na sua fala!

Diz que vai embora,
mas não sai do meu coração!

Saudade!...

É dona de mim!

Não tem escritura embora
a posse é plena...

habita meu ser!

©Balsa Melo
13.10.06
Cabedelo - PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 16/11/2007
Código do texto: T739392
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87772 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 03:10)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)