Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POESIA

Vens pra mim como a pétala que o rio traz
na manhã mansa e doce, num banho silente,
sopra em mim tua essência, perfume de paz
e minh´alma se filtra nos poros da mente...

Cais de leve ao encontro do sonho dormente
que de novo acredita e por isto se apraz,
tens na vinda essa valsa de brisa inocente
levitando na estrada uma pluma que jaz...

Quando chegas em mim és batismo de cores,
és orvalho vital na candura das flores
ou canção de ninar irrigando meu ego...

Sei que vens, ao sentir com profunda leveza
meu olhar se vestir de candura e beleza
e de amor em arranjos que ao teu peito entrego...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 16/11/2007
Código do texto: T739698
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3052 textos (61817 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 01:15)
Demétrio Sena