Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA URGENTE

De repente,
preciso gritar o que sinto...
Da minha casca eu saio,
depressa como um raio,
e faço um poema sucinto.

Falta paz, falta amor,
a Terra geme de dor !
E olhamos de soslaio...
Perdido num labirinto,
o mundo anda faminto.

Seremos nós apenas ensaio?
linameirelles
Enviado por linameirelles em 16/11/2007
Código do texto: T740120

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Lina Meirelles http://linameirelles.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
linameirelles
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
692 textos (13544 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:01)
linameirelles