Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A gente não sabe o tempo que tem

A gente não sabe o tempo que tem
Na nossa porta bate alguém
Querendo entrar e ficar além
Do tempo que a gente não tem
Quem é esse alguém?
Quem é esse que vem?
Pode ser aquele que vem pra somar
Pode ser aquele que vem pra acabar
Pode ser aquele que vem pra nos amar
Ainda há tempo pra amar?
Ainda há paciência pra tolerar?
A gente não sabe o tempo que tem
Pra continuar tentando
Pra continuar falhando.

O tempo vem trazendo surpresas
Impurezas e incertezas.
O tempo leva as perguntas
Que um dia eu fiz
Já tenho as respostas
Dispostas e apostas
Feitas desfeitas perfeitas.
O tempo volta trazendo trovões
Canções de solitários corações
Mil sensações me percorrem o corpo
Que tem pouco tempo pra carregar almas carregadas de dor.

A gente não sabe o tempo que tem
Mas mesmo assim vamos além
Do nosso limite
Não existe barreira
Quando nos fazemos grande
Mas se pensamos pequenos
A cerca do jardim torna-se o maior muro.

18/11/07
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 18/11/2007
Código do texto: T741991
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1488 textos (43978 leituras)
6 e-livros (1682 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 06:09)
Miguel Rodrigues