Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO

Quando a lua perfura o telhado precário
do meu quarto espremido entre livros e tralhas,
minhas falhas de afeto se banham nos fios
de silêncio e segredo firmados por nós...
Deixo a noite sonhar no meu sono perdido,
misturar-se aos mistérios que rondam lá fora,
faço a hora pousar nos meus olhos de prata
que refletem os raios filtrados nas frestas...
Solidão, ócio d´alma, sentidos em flor,
nostalgia profunda em noite confidente
acentua em meu ente lembranças antigas...
Na friagem que a lua envelopa e remete
com frieza implacável, dura frialdade,
tremo de saudade na geleira da cama...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 18/11/2007
Código do texto: T742403
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3104 textos (62503 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:43)
Demétrio Sena