Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A dizimação em massa



Estatisticamente não arriscaria dizer
mas há muitos e muitos anos,
antes da chegada dos nossos colonizadores,
dezenas de milhares dos nossos indígenas
desfilavam livremente em  seus habitat naturais,
cheios de vida, esperança no amanhã mais fenomenal,
contemplavam os pássaros os rios e florestas,
fiéis aos teus costumes, maneiras intrigantes,
tão estranho para os outros humanos,
nas florestas tiravam os sustentos
e os remédios tão naturais e miraculosos,
corriam soltos tão livres alegres despreocupados,
quantas histórias lindas, desde os nascer dos robustos bebês
até os mirabolantes romances dos majestosos jovens,
mas como a história mesmo diz, veio os visitantes inesperados,
começava a dizimação, não só as contaminações de doenças,
era a violação dos espaços ocupados, massacre de aldeias,
a maldade não lhes davam tréguas,
os aventureiros brancos, cada  vez mais matavam, escravizavam
aquelas criaturas livres, os autênticos brasileiros,
a supremacia de força e poder dos invasores
suplantava a dos bravos guerreiros das florestas,
em nossos dias, as leis para protege-los foram feitas,
mas a maldade continua implacáveis,
basta ver alguns relatos, apelos desesperados dos próprios índios:
“fomos despejados de nossa terra após uma certa homologação.
Hoje nos encontramos a mercê da morte como animais no abatedouro,
freqüentemente ameaçados de morte, algumas mulheres estupradas...”
até quando?... Até a dizimação total destes seres,
criaturas que foram raizes de muitos de nós brasileiros!...

 
 

José Lourenço Florentino
Enviado por José Lourenço Florentino em 18/11/2007
Código do texto: T742427
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Lourenço Florentino
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 72 anos
356 textos (8190 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 20:07)
José Lourenço Florentino