Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CÓDIGO DO POETA

Saiba-me, seiva na semente de carvalho,
código definido no destino anterior.

Induzida pelo germe dentro do caule,
trouxe as marcas do que desenvolver.

Chamaram-me e aqui estou:
Verbo, parte de toda parte, em tudo!

Pensam-me, então posso pensar-me,
achar-me em síntese, mesmo em ti.

Advertimo-nos na identidade ímpar,
somamo-nos inabilitados para fusão,

mas somados ampliamos um no outro,
unificados pela essência primária.

O outro, mistério onde retorna a alma
à realidade de nossas circunstâncias...

Personifica-me, mas eu sou todos nós,
alma coletiva em casa de éter!

O sonhador está na imagem. Eu sonho.
Quantos habitarem onde habito sou também.

Longe de logos, onde roga grogue a cura,
ouça as imagens, elas gritam meu nome.

betina moraes
Enviado por betina moraes em 18/11/2007
Código do texto: T742546

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
betina moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
391 textos (3641 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/17 14:01)
betina moraes