Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOU TODO DELÍRIO...

“Os poetas possuem autorização para mentir.” (Plínio – o Moço).






Sou sonhador do mundo, amante da lua.
Sou caminhante das estradas e um pouco poeta,
sou uma parte do dia e o muito de todas as noites,
sou os pingos da chuva e o calor de todos os sóis,
sou a loucura dos amantes e a rotina dos casais,
sou, às vezes, o jogo jogado, a lágrima chorada...
Sou o canto dos pássaros e a poeira da estrada.

Sou ator da vida, amante de toda Madalena,
sou o movimento dos bebês no útero de toda mãe,
sou o vento cantador da sua madrugada,
sou o grito preso na garganta do operário.

Sou uma parte do céu que caiu na terra,
sou um pouco da chaga que maltrata o corpo
sou e serei tudo que sua imaginação permitir.
Sou a paz, sou a alegria, sou ternura...
Também posso ser a dor e a tortura.
Sou, na verdade, uma parte de você
e um mínimo do meu próprio ser,
sou todo é delírio, devaneio...





IVAN CORRÊA
Enviado por IVAN CORRÊA em 19/11/2007
Código do texto: T742972
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Deve citar a autoria do texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
IVAN CORRÊA
Catalão - Goiás - Brasil
3049 textos (77832 leituras)
5 e-livros (152 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 09:43)
IVAN CORRÊA