Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Leveza

Eu ando um pouco meio por aqui
às vezes tendo raras pretensões
conto um conto como se ele fosse
uma história que nunca vivi.

Bem sabes minhas muitas distrações
desprendimento das garras da posse
das minhas muitas ilusões de ótica
das minhas preces poucas e tão roucas.

Melhor  me servem meus bemóis delírios
e se o atributo cunha-me neurótica
não sou aquela a quem chamam louca.

Assim me servem meus tantos suplícios
onde me vejo anjo em branca túnica
prata vestida de luar pudica
vôo em fetiches de néon tão única.

 

Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 21/11/2005
Código do texto: T74323
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11441 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:53)
Elane Tomich

Site do Escritor