Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESPOJADO

menosprezo troféus, minha estante é de livros,
nas paredes da casa não guardo comendas
nem lembranças de quando superei alguém;
não nasci pra vencer, mas pra viver em paz...
Dos jornais que algum dia narraram meus feitos,
nunca tive notícias, embrulharam ovos
logo após serem lidos por minha frieza;
minha mesa de centro não lhes deu repouso...
Meus escritos ocupam janelas de mídia
para serem do mundo, e se levam meu nome
é pra terem registro, identidade, berço...
Faço pouco do muito que a todos encanta,
reneguei os crachás ou a carga dos cargos,
pois nasci pra morrer e não inchar a história...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 19/11/2007
Reeditado em 19/11/2007
Código do texto: T743561
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3110 textos (62594 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 23:14)
Demétrio Sena