Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
 
Sou o que sou...
Águida Hettwer
 
 
Trago nas mãos a suavidade da lua,
Contornando as almas apaixonadas,
Deleito-me nos silêncios das madrugadas,
Sou a poesia deitada nas rimas.
 
Extraí o doce do mel e lancei nas palavras,
Estatelei o fel das entranhas,
Num sonho imaculado pousei sobre ti,
E hoje, já não sou eu que vivo em mim...
 
Sou conjunto de letras,
Que traduzem sentimentos,
A essência da razão
Que perdi em alguns momentos.
 
A voz desafinada,
Que embargou e ficou calada,
A lágrima que desceu e secou na face,
E ninguém notou...
 
Sou a fragrância que exala,
 Dos frascos dos perfumes,
A flor que germina sem ser semeada,
A brisa que envolve as madrugadas.
 
Tenho intimidade com o sopro do vento,
Em ecos multiplicados
Balançam meus pensamentos
Nos trigais em terras longínquas.
 
Sou o que sou...
Incógnita sem rima.
 
 
20.11.2007
 
 
 
 
 
 
 
 
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 20/11/2007
Reeditado em 20/11/2007
Código do texto: T744523

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 43 anos
1287 textos (122303 leituras)
15 áudios (2152 audições)
6 e-livros (2431 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 08:00)
Águida Hettwer

Site do Escritor