Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um dia depois do outro...
O tempo fazendo das suas...
Quebrando louças, harmonias...
Senhor da dor e da agonia.

Quem fomos ontem não seremos hoje
Basta apenas uma palavra...
Qualquer coisa basta
Para matar na raiz
Esperança que vem e passa.

Um dia depois do outro...
A morte espreitando, disfarçada
Ora susto, ora medo
Pelas vastidão da estrada abandonada.

Quem quiser achar que é feliz
Porque sorri no ano alguns instantes
Repetirá a mentira em que se diz
Vive-se a vida tanto quanto antes.

Não existe antes, futuro também não
Só a passarela das ofensas, insuspeita dor...
Não há quem, doce, nos estenda a mão
Nem voz que aplaque d'alma esse horror.


 
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 20/11/2007
Reeditado em 30/12/2013
Código do texto: T744805
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo - www.alexandregazineo.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
alexandre gazineo
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 56 anos
291 textos (94561 leituras)
2 e-livros (1189 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 19:55)

Site do Escritor