Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Riscar e arriscar



Corro riscos, porque arrisco.
E risco alguns dos riscos
com planos esboçados.
Faço traçados alinhados.
Cuidados e caprichados.
E se possível selados.
Podem ser até melódicos.
Riscos graciosos e envaidecidos.
Não envergonham ninguém.
Fazer riscos e correr riscos,
fazemo-lo a toda a hora.
A vida é um risco imutável.
Só quem não vive os ignora.
Todo o ser vivo arrisca.
E quem não arrisca não petisca.
Lá diz o velho ditado.
Arrisca-se, para não morrer
amorfo, entediado.
Arrisca-se para viver
E não perder a liberdade.
Arrisca-se, para dar vida.
esse risco abençoado.
Defender, sonhos e ideais
outro risco admirável.
Corro riscos, se sorrio
e mostro os meus sentimentos.
Ainda corro mais riscos.
com tristezas e lamentos.
E, se confio em alguém.
É um risco a correr,
daqueles que nos fazem
desacreditar e sofrer.
Mas arrisco, sempre, sempre.
Porque sou livre em o fazer.
Temor não tenho de riscos.
Afronto-os para viver.
Não sou escrava de pavores.
E seja o que Deus quiser.

De t,ta
20-11-07
20:09








Tetita
Enviado por Tetita em 20/11/2007
Reeditado em 30/11/2007
Código do texto: T745039

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (80774 leituras)
65 e-livros (5631 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 13:28)
Tetita