Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando se forma a saudade...

Observando teu adormecer
vejo a noite ao dia se entregar...
Aos poucos a luz da manhã
sua face põe-se a desvendar,
persistindo se intensifica
e nitidamente
expõe seus traços par a par...
Meus olhos lentamente
percorrem você.
Meus toques levemente
seguem a te descobrir.
Assim sinto a eterna
lembraça se formar...
De mim o ardo suspirar
que o silêncio vem a quebrar,
chamando teu despertar...
Ao abrir de teus olhos,
tenho o brilho que ilumina meu viver.
O sorriso que não posso conter
finda o que em minha memória
saudades eternas vou manter...
Débora Castro
Enviado por Débora Castro em 21/11/2005
Código do texto: T74518
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Castro
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
114 textos (5599 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:04)
Débora Castro