Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fim de feriado

Queria um rio lívido
Para sentar-me à sua orla
Ficar olhando a água correr
E deixar tudo se esvaindo
Olhando os peixes
Pequenos e grandes
Saltando para fora da água
Pegando a comida lançada
N’água cristalina.
Contudo, tenho apenas o relógio.
Que martela em minha cabeça
Indicando que meu tempo é curto.


José Augusto G. de Almeida
José Augusto
Enviado por José Augusto em 21/11/2007
Reeditado em 18/06/2008
Código do texto: T745558
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Augusto
São Paulo - São Paulo - Brasil, 43 anos
38 textos (1147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 16:10)
José Augusto