Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aracaju

Quando a tarde cai em Aracaju,
Parece sono e areia fina.
Luzes amanhecem o céu,
Homens caminham pelas praias.

As mulheres sorridentes
Apenas entreabre os lábios,
Pipocando risos e alegrias
Cantando à noite e ao dia.

O poeta despeja sua escrita
Nos cantos das portas
Mas ninguém conhece o sentido.
Alguns acham que são quase pouco.

Crianças bricam no parque,
Os cãozinhos cavam a terra
Com a curiosidade de quem
Procura coisa muito valiosa.

Amanhece a Atalaia
Barracas apontam para o firmamento.
Barrulho,
Marrulho,
Tantos desejos em pele brozeada.

E ninguém conhecendo a dor do poeta....




Amael Oliveira
Enviado por Amael Oliveira em 22/11/2007
Código do texto: T747962

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Amael Oliveira
Aracaju - Sergipe - Brasil
71 textos (37393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 05:01)
Amael Oliveira