Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonhar para viver, ou viver para sonhar?

Não se pode, certamente,
viver no mundo dos sonhos...
Nem se pode pisar, apenas,
no chão puro da razão!
É preciso temperar sentimento,
vagar nos passos do vento,
mas guardar-se nos braços do amor...
Buscar  o "virtus in medium",
de que outrora se dizia...
É perfeita a sinfonia
das canções que embalaram
os amantes, que sonharam,
mas tinham seu dia-a-dia!...
Como acordar, finalmente,
acreditando somente
naquela flor que já murchou...
Naquele riacho desperto,
que corria bem por perto
de um jardim, onde se amou!...
Naquela melancolia
que a Lua traduzia...
Ou naquela  flor escondida
do Missal, que se rendeu
às mangas de um tempo curto,
onde noss'alma adormeceu...
É preciso mais emoção,
menos carência, mais razão,
menos tristeza, mais gratidão,
Para os sonhos entender...
O egoísmo não é realidade,
nem o sadismo felicidade...
Dor não faz parte do amor,
o sonho não é uma flor,
nem a vida utopia...
O nosso sonho ideal,
que alegra nossa poesia,
tem nas razões do coração
u'a defesa sem igual...
Do amor que nos sonhos nasceu,
na realidade não pode viver,
nem nos braços do amor  cantar,
ou entre sorrisos adormecer...
Assim, se perdeu nos sonhos,
quem não quis mais despertar!...

(às 13:20 hs do dia 23/11/2007)

Mariza Monica Antunes de Carvalho
Enviado por Mariza Monica Antunes de Carvalho em 23/11/2007
Reeditado em 23/11/2007
Código do texto: T749211

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariza Monica Antunes de Carvalho
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 70 anos
288 textos (12636 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 09:47)
Mariza Monica Antunes de Carvalho