Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOU MÁ! SOU MUITO MÁ!*




SOU MÁ! SOU MUITO MÁ!*
Lílian Maial


Sou má!
Sou mesmo muito má!
E nem tão flor,
Nem tão vivida
(sim, porque te daria a minha vida),
nem tão dona da verdade
- tudo pura maldade!
E te encantei,
Te embasbaquei...

Porque sou má!
Demais da conta!
Por ser tão tonta,
Do vinho, uva e vinagre,
Dei de beber o sal da terra,
Deixei secar o chão,
Oásis e tempestade.
Brincando de brincar...

Porque sou má!
Mais que malvada!
De usar, comprar, manipular,
Vítima e algoz na mesma forca,
Sorrio e (a)traio,
Afundo e liberto,
só pra ver de perto...

Porque sou má!
Por (des)princípios, muito má!
E cobro, sem preconceito,
todos os meus defeitos.
Sofrer a agonia da boca,
A aflição da língua,
Os olhos de soslaio.
Lacaio!


Apenas porque sou má!
Ah! E como sou má!

Deixei passar o tempo
- inimigo nosso -
por pura maldade
e ele foi muito pior...

E porque sou má!
Sou muito má!

Fiquei só.


*************

*Poema em resposta ao poema Maldade! Pura Maldade! - de Dionísio Teles


Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 22/11/2005
Código do texto: T74971

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248801 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:43)
Lílian Maial

Site do Escritor