Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O QUE VEJO É O QUE EXISTE


Tudo que pude ver
nos olhos daquela paisagem serena
desdobrada
como os lençóis do varal
lavados
cheirando a alfazema da manhã vazia
são coisas
que sempre estiveram ali existindo,
mas não por acaso.
Alguns
acreditam no que não vêem
e por instinto admiram Deus
e os sábios demais denominam isto como fé,
outros ocultando
a verdade fingem
ser aquilo que não são,
mas, porra, dou um total apoio a eles
(quem é que vai querer enfrentar a verdade hoje?)
Velho sábio olha o mundo e chora.
Eu não, chore você!
Acordastes
em uma tarde fria na europa,
noutro ponto do mapa
uma cidade estava quente
Nas Guianas Francesas o céu anunciava uma tempestade
e no Haiti o sonho penetrava a carne humana
e a vida inutilmente batia
afogada
no meu peito.


Leo Linares
Leo Linares
Enviado por Leo Linares em 22/11/2005
Código do texto: T74983
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Linares
Goiânia - Goiás - Brasil, 30 anos
25 textos (1158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:50)
Leo Linares