Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema Homenagem a Manoel de Barros (pela originalidade de admirar coisas simples, do chão)

"Eu conheço. Eu sei. Metade do sol já foi tomado/ por pássaros/ E as árvores me atacam no mesmo grau que as pedras" M. B.


É sabido que
a fala das putas de jardins
e das moscas de pensão
de Mario-pega-sapo
e dos loucos
e dos pássaros
e das águas
não é uma fala completamente vazia
e os musgos
e os caracóis
que vivem dentro do tronco das árvores
como homens
da cidade
escondidos
ou girassóis
apagados ao meio dia
branco
em sua lesma azul
de cabelos e vento
são símbolos que existem
essensialmente
sempre que quisermos
assemelhar
qualquer cousa
com nossos olhos
profundamente simples.

Leo Linares
Leo Linares
Enviado por Leo Linares em 22/11/2005
Reeditado em 26/11/2005
Código do texto: T74984
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Linares
Goiânia - Goiás - Brasil, 30 anos
25 textos (1158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:33)
Leo Linares