Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LEMBRANÇAS PARA A CULMINAÇÃO DA DOR


Nada vos devolve aquilo
que perdestes,
podes como um estranho
relembrar.
Ontem de fato,
fez Sol,
Andrômeda, Sírius, Vênus, o Globo Terrestre,
suspensos no nada, e
Deus a nos olhar e sorrir com certo orgulho-
como as nossas mentes brilhantes
evoluindo novas formas
de matarem novos pensamentos
e de lembrarem com a sabedoria
dos anciões abandonados
dos antigos massacres da história
feitos pelas mãos brilhantes dos nossos antepassados
para simplesmente
cometerem novas atrocidades
de modo vário nos tempos futuros.
Mas como,
lembrar das tragédias
se isso não me traz nenhuma tristeza e
tampouco a alegria
do calor de um abraço
e de uma despedida,
pois de fato
aqui é onde estou
NULO
(sozinho
com todos)
os inimigos da pátria e dos justos
-que são muitos e sempre estarão conosco-
como a Shell, o Mac Donald´s, o Carrefour,
mas deixo claro a todos que não me importo
se os ianques dominam nosso mercado, e
isto, ao menos não
é tentador.
E me pergunto agora cara-a-cara
com o meu rosto lavado na pia de
hoje, dia 18 de outubro:
estamos de fato em uma conspiração?
E respondo: que Deus existe
e de fato ele é tão bom,
mas é um bem que não me atinge
senão quando salva meus semelhantes
torpedeados
bombardeados
ultrajados.
Contudo,
olho
a miniatura colorida do globo terretre pousado em minha mesa
-- É tão pequena e frágil
e como gira na minhas mãos.

Esqueço a lembrança como
a folha
aberta em dia
a vida
a minha, a sua
limpa,
lavada
dignamente
LIMPA.

Leo Linares


ps.: "tal poema foi perdido e devia medir cerca de 3 pgs. Aqui tentei recriá-lo aproximando as lembranças do original com o material que tinha em mente, mas creio ter ficado inferior ao original ."
Leo Linares
Enviado por Leo Linares em 22/11/2005
Código do texto: T74987
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Linares
Goiânia - Goiás - Brasil, 30 anos
25 textos (1158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:11)
Leo Linares