Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BOM-BOCADO
 O homem do campo, enquanto espera
a chuva cair, ele faz amor, sem se
preocupar com o que está por vir.
Ele não reage contra a nossa
mãe natureza, não ignora sua beleza,
nem sequer apronta asneira.
Já o homem da cidade
mesmo sabendo da nossa realidade
apronta cada vez mais uma maldade.
Nada de bom dele se espera,
quando por bem, ele nem deixa
a chuva molhar a terra.
Ele se deixa corromper
por um bom-bocado, por alguns
bandidos, seu nome já é manifestado
sem mesmo saber o que venha lhe acontecer.
O homem do campo, esse homem
plebe rude. É aquele homem trabalhador,
que teme as obras de Nosso Senhor.

Alexandre Oliveira
Enviado por Alexandre Oliveira em 24/11/2007
Reeditado em 29/11/2007
Código do texto: T750329

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Oliveira - www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Oliveira
Cabedelo - Paraíba - Brasil
2551 textos (229714 leituras)
2 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 18:22)
Alexandre Oliveira