Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Serpente

O nosso amor era vertigem
Pantanoso e desesperado
Fez do fel o doce
E do desfigurar a esfinge
Os teus cabelos alisavam meu desgosto
A língua palpitante e confundida
Bebeu do todo embriagada
Tempestade incessante as veias
A tua face nunca ruborizada.

Do livro Hora Tenaz
Julio Urrutiaga Almada
Enviado por Julio Urrutiaga Almada em 24/11/2007
Código do texto: T750812

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Julio Urrutiaga Almada
Curitiba - Paraná - Brasil
116 textos (4487 leituras)
16 áudios (2027 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 04:36)
Julio Urrutiaga Almada

Site do Escritor