Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALGUÉM...

Quando a noite desce o pano e a lua se anina,
de sonhos eu me embalo pois tu és a vida minha...
As estrelas pequeninas em coro se divertiam,
sorriam e te abraçavam pois és tu minha alegria

Trazias perfumes distantes, sonhos, brilhos e fantasias,
os olhos, sempre brilhantes, saudosos de maresias...
Olhei-te por entre as flores que tu faceiro trazias...
Me abraçastes sorrindo, inda serás minha um dia...

Não pude entender tuas palavras, era uma rima tão linda,
Pena eu não ser poeta, eu sou só uma simples menina...
Faceira eu pintava os lábios, de cores eu me vestia,
tremia de emoção quando teu vulto eu via...

És tão belo e eu tão pobre que talvez tu não me vejas,
mas na minha lembrança vives, quem sabe um dia te veja...
Tens o moreno na cor, os olhos negros de estrela,
estas no meu pensamento, sempre na minha idéia...

Te amo!!
Carmen Dávila
Enviado por Carmen Dávila em 23/03/2005
Código do texto: T7514
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carmen Dávila
Olinda - Pernambuco - Brasil, 66 anos
129 textos (16330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 12:32)
Carmen Dávila