Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fim de tarde

Fim de tarde


O sol, eterno fogo a arder no céu,
e eu, eterno fogo ardendo em mim...
O muro branco levemente azul,
reflexo da camisa ou do etéreo?

Milhares de tons de um verde encantador,
eram milhares de esperanças
que nascem e morrem todo dia.

O vento acariciava-me o ser,
e fugia como cada sonho suave -
arrebatador, destruidor e terrivelmente suave...
Adriano Dal Molin
Enviado por Adriano Dal Molin em 25/11/2007
Código do texto: T752406
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adriano Dal Molin
São Luís - Maranhão - Brasil, 36 anos
102 textos (23309 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:22)
Adriano Dal Molin