Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BELdO

Agora, que estou bêbado, exponho tudo o que sinto
Sem mentiras, sem rodeios
Sinta o que realmente sou

Hoje, percebo que não sinto nada sobre nós!
O tempo passa... E todos os dias são novos dias ( com fim e começo )!
A distância é uma droga... Um dia o Raio de Sol volta, e eu acabo com minha enganação!

Pequenas doses de pinga não fazem tanto efeito!
Há meio mais fácil de ficar bêbado!
Não me sinto bêbado!
Por isso não produzo o puro lirismo pungente de um bêbado!

Fique calma...
Domingo volto a beber... Domingo produzo o verdadeiro lirismo!
Não se preocupe não vou dirigir...
Sou um (pseudo)Bebado ( que tem pseudo-vícios ) (semi)Responsável!
LameDuck
Enviado por LameDuck em 23/11/2005
Código do texto: T75243
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LameDuck
Rio Claro - São Paulo - Brasil
124 textos (4852 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:56)