Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia Seguinte.



Não sei calar o amor que me percorre
E nem renegar em papéis que antes silenciei.
Estou presa por seus encantos
Querendo compreendê-los ao viver.

A vida dá, empresta e leva.
É sina que cobra o que não recua.
Distração que pega na esquina
Em conduta que não foge.

Estive distraída e me pegou sem que eu quisesse.
Já não sei escapar,
Quando quero mesmo é ficar
E deixar que aconteça o que virá.

Vou chorar o que tiver para chorar
E rir do que passar.
Será assim e não vou desanimar.
A vida é sina que desenrola.
Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 23/03/2005
Código do texto: T7538
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
177 textos (8649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:36)
Eliane Alcântara