Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Destino ingrato

De teu amor tendes cuidados
Para que não se torne lamentos,
E pelas mãos frias dos ventos
Pelos ares sejam espalhados.

Dos lábios agudos instrumentos
Que externam pelos olhos magoados,
Faíscas de rochedos já abalados
Pelos descuidos com os sentimentos.

Fostes cruel ó amor como o destino,
Nascestes no peito como verde rama
Como o mel que do favo se derrama,

E hoje me fizestes um peregrino
Um perdido e entristecido menino
Abandonado pela mulher que ama.
Jeff Condol
Enviado por Jeff Condol em 26/11/2007
Reeditado em 26/11/2007
Código do texto: T753981
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jeff Condol
New York - New York - Estados Unidos
802 textos (112119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 11:54)
Jeff Condol