Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FAÇA AO CONTRÁRIO DOS SUICIDAS (Quando atirar na cabeça, atire idéias)

Estenda a mão para o inverso e peça ajuda ao avesso,
Insira intuição na sua ação,
Quebre a redoma dos corpos que não dançam na tarde chuvosa,
Pegue o mundo e parta em partes iguais,
Mas jamais parta da sua luta.

Insira uma sigla para uma coragem intima e deliberada,
Que não saem pelos canos de esgoto e nem entram pelas janelas sem cadeados,
A mesma roupa que usas serve de banquete a traças,
a mesma mesa que escreve os versos, serve de ceia ao cupins.
e os restos servem de provento as formigas.

Pule do penhasco, mas use para quedas.
Ande na corda bamba, mas tenha equilíbrio.
Ponha a corda no pescoço, mas não tire a cadeira.
Cheire o pó da estrada, crave no coração laminas de complacência.
Atirem na cabeça idéias.
Faça ao contrario dos suicidas
que partem e deixam vidas.

Revire seu baú de magias,
Trate os ancestrais com nostalgias.
E quando pensar em feridas, sorrias.
Pois a cicatriz disso tudo são eternas
Lembranças que nunca são vazias.





 
Rommyr Fonttoura
Enviado por Rommyr Fonttoura em 26/11/2007
Reeditado em 01/04/2009
Código do texto: T754185
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rommyr Fonttoura
Mariana - Minas Gerais - Brasil
265 textos (9842 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 08:03)
Rommyr Fonttoura