Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mutação.



Não esperarei mais por chegada,
A porta não estará aberta (se não for destravada),
Dores não mais serão reconhecidas no passado.

Direi adeus com certa alegria,
Sairei olhando para nada,
Enxergando a multiplicidade de dias desenhados.

Seguirei o contorno pela borda,
Onde sempre entorna a esperança,
Recomeçando das linhas imaginárias de lábios reais.

Acharei depois dessa tempestade, um pouco de tudo,
E certamente misturarei desejos e fatos,
Dosando a passagem que é visível.

Alcançarei nuvens para aperfeiçoar a utopia,
Serei um ponto que observará à distância,
Restaurando a racionalidade apenas onde ela paute reconstrução.

Deitarei as cores em pinceladas diversas,
Monumento fictício de minha visão,
Planejando de mim o espaço para o ir.

Não esperarei chegada... Serei partida.


Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 23/03/2005
Código do texto: T7543
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
177 textos (8649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:26)
Eliane Alcântara