Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Medo

Eis que fogem em largas passadas
Os sonhos quando a noite desce
Negra de medo e rudeza escurece
Todas as luzes das minhas estradas.

De onde vem ele ferir as sagradas
Escrituras na alma que estremece
A cada sonho meu que desaparece
Entre as nuvens sempre agitadas.

Como os monstros negros e potentes
Vem pisando com seu grande porte
Quimeras minhas dantes reluzentes,

Gargalha tu ó fera enorme e estranha
Crueldade jamais se viu tamanha
A pisotear sonhos puros e inocentes.
Jeff Condol
Enviado por Jeff Condol em 27/11/2007
Código do texto: T755486
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jeff Condol
New York - New York - Estados Unidos
802 textos (112100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:58)
Jeff Condol