Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA ESCURIDÃO

Ouço o barulho do vento,
sinto  que as folhas caem
recorro aos meus pensamentos
da memória,as coisas se esvaem.

Passos, ouço-os la fora,
tento me achar por dentro
terei sentimentos agora?!
procurar o incógnito,eu tento.

Que escuridão é essa em meu ser
do espaço procuro a certeza.
Me encontrar,me achar,me ver
serei eu um neutro da incerteza?!

Sinto ela se aproximar
me toca ,me beija ardentemente
me encanto em seu versejar
mas me encontro no inconsciente.

A traição de minha memória
foi castrada no fundo d`alma
sinto nela a minha história
quando me toca,me acalma.

Do amor por um acaso
de uma memória apagada
do ocaso que foi um caso
tudo se torna por um momento um nada.




Diney Marques
Enviado por Diney Marques em 28/11/2007
Reeditado em 13/12/2012
Código do texto: T756833
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diney Marques
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
359 textos (53193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 12:31)
Diney Marques