Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ROSAS MURCHAS... E VOCÊ!
*****************


Não basta gritar ao vento...

aqui a sua voz não chegará!


Nenhuma manifestação de apelo será

fato caso você não arrede o egoísmo da sua vida!


Não basta exigir um tempo para que tudo possa acontecer...

creio que somos responsáveis pela alteração das nossas marcas nesta vida,


faça algo diferente do que tem feito até então!


Somos únicos para regar os canteiros que nos são caros!


Depois que as roseiras estiverem

murchas não venha reclamar,

será tarde!...


Muito tarde e

o aroma das rosas emurchecidas não lhe agradará...


elas lhe situaram no exato tempo...


passado!



©Balsa Melo

18.11.06

Cabedelo - PB

BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 28/11/2007
Código do texto: T756901
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/17 04:07)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)