Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TARDA


Hei de te esperar numa tarde.

Quando chegar esse dia,
as esperas não serão mais esperas
nem as tardes serão mais as mesmas.

Pois, quando esta insistente chegar,
     verei as nuvens tecendo monogramas
     encararei todas as mulheres de olhares-fêmeos
     na esperança de que a esperada única não se atrase.


A tarde esperará
chegará sem pressa
mesmo que haja impaciência.

Dormirei ao último raio oblíquo.

Inconsciente,
mesmo antes da ausência incomum,
reencontrei os pressentimentos da noite
anestesiarei as ânsias, a exposta taquicardia
deste coração molhado que dorme em branco
nos bancos sentados pelos seres vividos da tarde
tão penalizados ao sentirem o quanto tu me tarda!
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 23/03/2005
Código do texto: T7575
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19473 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/16 13:57)
Djalma Filho