Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPELHO

olho-te, serpente dona do veneno que vicia

através do espelho vejo-a em minha bacia

cobra que remexe mais ainda essa mistura

aquece o sangue, morde a boca, grita, jura!

eu tenho um plano para você, amiga intrusa

guardar-te no lugar onde ninguém te recusa

assim não me perturba, deixa de mandar

deixa de guiar, conduzir, ordenar,

mudarei você na poesia, com verso e mais

outra coisa que por dentro se compraz!


betina moraes
Enviado por betina moraes em 29/11/2007
Reeditado em 29/11/2007
Código do texto: T757913

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
betina moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
391 textos (3640 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 07:49)
betina moraes