Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Corruptos

E a porta em silêncio se abria
Para libertar fantasmas guardados,
Que outora estiveram aprisionados
Em uma cela escura e muito fria.

Escaparam ávidos os pecados
Nascidos da áspera hipocrisia,
Dos homens que sujaram o dia
Com seus desejos desgraçados.

Sujos os corações outrora nobres
Na lama esparramada no fundo
Da cortina enegrecida e insana,

Cortina colocada sobre os pobres
Habitantes corrompidos do mundo
Que maculam a raça humana.
Jeff Condol
Enviado por Jeff Condol em 29/11/2007
Código do texto: T758321
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jeff Condol
New York - New York - Estados Unidos
802 textos (112102 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 11:34)
Jeff Condol