Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Existencialista

             Edson Gonçalves Ferreira

Faz calor,
À tarde, as mulheres sentam-se nas portas das casas,
Descascando laranjas, comentam tudo
Eu passo de carro e lembro a infância...
Minha mãe sentada num banquinho,
No alpendre da cozinha enquanto nós, meninos,
Esperávamos as ordens dela pra furar os figos
Quão doce era a voz dela: "Fura os figos, menino, fura..."
E, até hoje, sinto o perfume do tacho do doce-de-figo
Parecíamos siriricas ao lado do fogão, esperando a rapa
Num tem nada mais gostoso que rapa de doce, tem
Talvez, hoje, a rapa das lembranças seja mais preciosa, quão mais
Minha mãe não vive mais pra fazer doce
Mas vive no meu amor eterno.



Divinópolis, 30.11.07
edson gonçalves ferreira
Enviado por edson gonçalves ferreira em 30/11/2007
Código do texto: T759139
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
edson gonçalves ferreira
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1160 textos (135035 leituras)
141 áudios (48579 audições)
5 e-livros (699 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 22:14)
edson gonçalves ferreira