Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PESCADORA




Preciso aprender com o mar
a conter-me onda
abarcar todo esse sal
e sorrir azul.

Decidi brigar com os peixes
que te habitam as profundezas
e destilar a dor
em espuma e brisa.

Hoje bóio à deriva,
feito náufraga,
imersa em água e, mesmo assim,
a morrer de sede.

Transbordo saudade,
recebo plácida as gaivotas
que me pousam angústia.

Mergulho nessas águas
que te banham a alma
e te escorrem dos olhos,
e resgato um beijo de tua boca abissal.

Volto à superfície,
esvazio com a maré,
deixando expostas as formações rochosas
feridas pétreas
que tua ausência sangra.

Nessa rede, nem tudo o que cai é peixe.
Aprendiz de pescador,
silêncio e espera
cortam mais que faca afiada.



**************
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 24/11/2005
Código do texto: T75917

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248723 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:31)
Lílian Maial

Site do Escritor