Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No Xingu

O chefe da tribo
era um tal de cacique;
usava um anel de aço
no seu dedo em riste.

A filha fugida:

“Meu coração formiga;
eu vou para outra latitude,
para longitude outra eu vou.
Vou escapar de barco.
Eu vou amar um anuro.
Eu vou beijar um batráquio”.

Disse o cururu:

“Perdoa, indiazinha;
tenho asco de ósculo.
Perdoa, por favor”.

Sábio o sapo:

Grande medo tinha
de virar príncipe,
depois sofrer de amor!

O sapo não lava o pé porque não quer.

(Para Cauã, Luísa, Rita, Ana Beatriz, Ana Júlia, David)
William E Silva
Enviado por William E Silva em 30/11/2007
Código do texto: T759506

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
William E Silva
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 46 anos
78 textos (7004 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 16:49)
William E Silva