Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAÇÃO ACUADO

Assaltar o meu peito não vai lhe render
sentimento esperado por sua neurose;
sequestrar o meu sim há de ser uma farsa,
pois minh´alma porcerto não tem como ir...
É possível render este corpo cansado
desse assédio agressivo, incansável, sem fim,
arrombar as defesas de minha repulsa
e matar anticorpos que a vida enfraquece...
Mas qualquer emoção será fraude abusiva;
fingirei tristemente que tenho de sobra
o que nunca será sequer meia verdade...
Coração acuado não ama; obedece;
dá por força, não doa, também não se dá,
e só tem o desejo de um dia fugir...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 30/11/2007
Código do texto: T759652
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3050 textos (61797 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 10:59)
Demétrio Sena